O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais, viabilizou medida compensatória fixada em acordo com uma empresa mineradora para a restauração de 43 painéis de arte rupestre que ficaram armazenados na sede da Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec) até 2013 e estavam em péssimo estado de conservação.

As obras foram inicialmente levadas para a Superintendência de Museus e Artes Visuais da Secretaria de Estado de Cultura, no Museu Mineiro, onde foram restauradas. Em seguida, os painéis foram transferidos para o Instituto Estadual de Florestas (IEF).

A partir deste sábado, 3 de dezembro, as peças estarão expostas no receptivo do Monumento Natural da Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas (rodovia BR-040, Km 472, s/n, Universitário) e poderão ser visitadas das 8h às 17h.

Acervo
Em 1977, a Cetec iniciou pesquisas para o desenvolvimento de técnicas de estudo da arte rupestre, visando contribuir para o entendimento, divulgação e preservação do registro cultural dos povos pré-históricos que viviam na região de Lagoa Santa.

No âmbito desta pesquisa, foram desenvolvidas metodologias de reprodução pictórica de imagens rupestres, que resultaram na confecção de 43 painéis, de autoria de Silvia Gaia e Maria Irene de Melo Neves e de grande relevância documental e artística.

Expressando ideias e valores das culturas pré-históricas, os painéis apresentam a arte rupestre de forma diversificada, com diferentes tipos de representações: antropomorfos,  zoomorfos, sinais geométricos, instrumentos utilitários, armas e cenas do cotidiano (caça, guerra, dança, parto).

Os painéis rupestres tornam-se importantes instrumentos para a divulgação e a valorização do patrimônio arqueológico de Minas Gerais. Com representações de desenhos e pinturas existentes em grutas mineiras de diversas regiões do estado, nos municípios de Santana do Riacho, Matozinhos, Monjolos, Prudente de Morais, Pedro Leopoldo, Gouvêa, Conselheiro da Mata, Varzelândia, Lagoa Santa e Buenópolis.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3775-2695

 Catálogo original da Exposição