Oficina conscientiza educadores sobre importância da preservação do patrimônio cultural

No Dia Nacional do Patrimônio Histórico, 17 de agosto, o Ministério Público de Minas Gerais, por meio da Coordenadoria das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico, promoveu, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, a oficina “Preservação do Patrimônio Cultural a partir da construção da história de bairro”.

O objetivo da ação foi colaborar com práticas educativas ao explorar as diversas metodologias utilizadas no projeto “Entre o diário de Anne Frank e a História em Quadrinhos: estudantes construindo a história do bairro Confisco”, que foi desenvolvido pelo professor Moacir Fagundes de Freitas na Escola Municipal Anne Frank. A iniciativa foi agraciada com o Prêmio Nacional de Direitos Humanos em 2017. O projeto pretendeu possibilitar a alunos do sétimo ano e a sua comunidade pesquisar, criticar, construir, conhecer e comunicar a história do bairro Confisco, utilizando-se da pesquisa de campo e do gênero história em quadrinhos.

A oficina foi voltada para educadores da rede municipal e teve como foco a valorização do Patrimônio Cultural. Ao evidenciar o valor da história local para os indivíduos da comunidade escolar, a ação buscou dar visibilidade ao tema, de modo a inspirar outras práticas pedagógicas que possibilitem aos cidadãos se conscientizar sobre a importância de suas raízes para a preservação histórica e para o fortalecimento das nossas identidades. “A oficina foi uma ótima oportunidade para reflexão de elementos como a memória, a disputa de narrativas, a história oral e os saberes periféricos, temas tão caros para a construção da transformação social”, afirma a promotora Giselle Ribeiro, coordenadora das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico.

Durante a oficina, foram apresentadas metodologias para se trabalhar em sala de aula com imagens, documentos históricos, jornais, entrevistas e vídeos. Os participantes puderam dividir suas experiências e comentar sobre o distanciamento do tema de Patrimônio Cultural na formação de professores nos cursos de licenciatura e sobre a sugestão de se trabalhar com esse conteúdo nas proposições curriculares.

 

Sobre o projeto:

TV UFMG – Projeto escolar no bairro Confisco em parceria com a UFMG soluciona problemas identitários

 

 

SÉRIE CONFISCO: HISTÓRIA REVISTA – Episódio 1 – Jornal Minas

 

SÉRIE CONFISCO: HISTÓRIA REVISTA – Episódio 2 – Jornal Minas

 

SÉRIE CONFISCO: HISTÓRIA REVISTA – Episódio 3 – Jornal Minas

 

Confisco: Um novo olhar sobre o bairro | Brasil das Gerais 17/08/2018

 

Projeto – HQ – História do Confisco

 

Horizonte Notícia – Projeto recria história do bairro Confisco em quadrinhos

 

TV Mec destaca projeto premiado de escola de BH

 

Geração: Cultura Geek – Cosplay & HQS

Prêmios recebidos pelo projeto:

Prêmio CONIB – Confederação Israelita do Brasil – Julho/2016.

5º Prêmio Nacional Educação em Direitos Humanos – MEC/Brasil – Out/2017.

Finalistas do II Premio Iberoamericano Educación em Derechos Humanos – Representando o Brasil – Cartagena das Índias/Colômbia – 29/11 a 01/12/2017.

Destaque do Prêmio Professores do Brasil – 10ª Edição – Etapa Regional Minas Gerais – 2017.

Semi-finalista do Prêmio Criativos da Escola – 2017 – Fundação Alana.

 

 

 

 

 


 

By |2018-08-22T17:51:25+00:00agosto 21st, 2018|Notícias|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.