Fazenda Paraopeba, Conselheiro Lafaiete

Estudos de historiadores da Inconfidência Mineira apontam que a Fazenda Paraopeba, que foi construída por volta do século XVIII, foi propriedade do inconfidente Alvarenga Peixoto. Nos Autos  da  Devassa (inquéritos  que  incriminaram  os inconfidentes) há referência a essa fazenda com o nome de “Fazenda Covão”.

Nas Cartas Chilenas, conjunto de poemas do inconfidente Tomás Antônio Gonzaga, também há referência a fazenda. Argumentos  como  distância  e  topografia  também colaboram para essa conclusão.